sexta-feira, 13 de junho de 2014

CRÔNICA DE UMA GRANDE MENTIRA: A COPA DO MUNDO



E agora, José?

A festa acabou,
a luz apagou,
o povo sumiu,
a noite esfriou,
e agora, José?
e agora, você?
você que é sem nome,
que zomba dos outros,
você que faz versos,
que ama, protesta?
e agora, José?

Carlos Drummond de Andrade


Andreas Maia

O meu vizinho acorda cedo olha para o mar e começa a trabalhar. Faz pequenos serviços de carpintaria e conserta pranchas de surf. Ganha alguns trocados para sobreviver. Está desempregado. Foi obrigado a fechar sua pequena corretora de imóveis porque não aguentou a concorrência com os especuladores capitalistas tipo MRV que se alimentam de dinheiro fácil vindo do BNDES e do governo. Sua mulher é professora para crianças do primeiro grau na rede municipal de Rio das Ostras (RJ), cuja prefeitura recebe uma gorda fatia dos royalties do petróleo. Dentro de poucos dias vai estar desempregada. Seu contrato de trabalho precário acabou. Assim como 80% dos professores da rede municipal de ensino do município vão estar desempregados. Todos em regime de trabalho precário. Isto porque num dos municípios que mais recebe royalties do petroleo, os burocratas da Prefeitura, amigos de empreiteiros e capitalistas, resolveram “economizar” na educação pública gratuita e implantaram contratos de seis meses com os professores para um ano letivo que é de doze meses. Resultado: não vai ter aula no segundo semestre. A população que se dane.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comentários anônimos serão excluídos, identifique-se. Se preferir entre em contato pelo e-mail: juventudemarxista@gmail.com