quinta-feira, 15 de maio de 2014

"Panis Et Circenses"


Henrique de Macedo

O vestibular da UFRGS pede como leitura obrigatória o disco "Panis Et Circenses". Na tentativa de acompanhar a novidade, nossa professora de português pediu uma pesquisa e um cartaz sobre o movimento.

Eu nunca havia ouvido sobre isso na minha vida até aquela aula, foi um sufoco achar informações sobre. Mesmo com a internet, as informações são todas bagunçadas. Além de não haver nada na biblioteca (aliás, na minha escola não tem biblioteca, tem uma sala de aula uma biblioteca improvisada), de ser impossível uma pesquisa naquela internet "veloz", de tudo ser com hora marcada, porque o que tem, só tem um; na hora da apresentação não havia um aparelho de som para colocar "pen-drive" que funcionasse, uma vergonha.



A pesquisa é uma necessidade do estudante, o conhecimento é uma necessidade do estudante. Mas nas nossas escolas públicas de Santa Catarina não. Como nossos estudantes vão para algum lugar sem o básico do básico para uma escola? Tenho certeza que seria possível termos uma escola decente, com uma biblioteca que fosse deslumbrante aos olhos do estudante, que tivesse desde o livro mais fantasioso ao mais teórico, que tivesse no mínimo a lista dos livros que fazem parte do currículo do ensino médio.

Deixo aqui meu apelo para todos os estudantes: vamos lutar por livros, por salas climatizadas, por uma escola onde não vá cair o teto em nossas cabeças, por dignidade, pelo nosso futuro. Como diz a música "Panis Et Circenses", não fiquemos na sala de jantar ocupados em nascer e morrer.

Fonte.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comentários anônimos serão excluídos, identifique-se. Se preferir entre em contato pelo e-mail: juventudemarxista@gmail.com