segunda-feira, 22 de julho de 2013

A Revolução Egípcia – um perigoso precedente para a burguesia


A derrubada de Mohammed Morsi abriu um período novo e turbulento na Revolução Egípcia. A Irmandade Muçulmana (IM) ainda tem uma base na sociedade egípcia, entre a pequena burguesia, as camadas mais atrasadas e ignorantes do campesinato e o lumpenproletariado. Ela está determinada a se agarrar ao poder, mas as massas em número de milhões que tomaram as ruas para derrubá-la estão igualmente determinadas a impedi-la de voltar. O futuro da Revolução Egípcia será determinado pelo resultado dessa luta.

Leia mais

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comentários anônimos serão excluídos, identifique-se. Se preferir entre em contato pelo e-mail: juventudemarxista@gmail.com