sexta-feira, 10 de maio de 2013

Estudantes secundaristas realizam ato em defesa da educação pública


Hoje (10/05) cerca de mil estudantes realizaram ato "contra a destruição da educação pública" em Joinville 0 SC, convocado pela União dos Estudantes Joinvillenses Secundaristas (Ujes).

No estado de Santa Catarina, o Governo de Raimundo Colombo (PSD) está aplicando uma medida que amplia o limite de alunos nas salas de aula para até 45 estudantes. Não é de hoje que a situação da educação pública têm se deteriorado, mas Colombo aprofunda políticas de destruição da educação.


Para lutar contra medidas como essas - aplicadas por Colombo - que destroem a educação pública, a Juventude Marxista e os estudantes secundaristas saíram às ruas.

Assista ao vídeo produzido de Ujes e leia a declaração da entidade após o ato:




Pessoal,

A manifestação de hoje foi um exemplo de solidariedade e união. Estudantes de várias escolas foram em passeata até o centro mostrar que muitas pessoas estão erradas ao dizerem que a "juventude está perdida". Perdido está o sistema que não consegue atender as nossas necessidades mais básicas como saúde, educação e cultura. Perdido estão os governos que servem aos interesses financeiros e empresariais e não ao povo. Esse exemplo, não pode ser esquecido, mas deve ser repetido. Conversem com seus, pais amigos e professores.

Nossa luta é contra a destruição da escola pública! Isso resume o problema das escolas interditadas, da reenturmação, do fechamento das salas, do abandono de três escolas, falta de quadras cobertas e bibliotecas.

Vamos lutar! Vamos às ruas!

Ujes

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comentários anônimos serão excluídos, identifique-se. Se preferir entre em contato pelo e-mail: juventudemarxista@gmail.com