quinta-feira, 13 de setembro de 2012

O Capital em mangá*

Evandro José Colzani
Militante da JM Joinville - SC



Uma das obras mais vendidas no mundo durante a crise mundial, que se arrasta desde 2008, ganhou uma adaptação para os quadrinhos. Por mais estranho que pareça, O Capital, de Karl Marx e Friedrich Engels, transformou-se em mangá. Em 2011 a obra foi traduzida para o português.

De imediato essa notícia pode causar algum espanto àqueles que conhecem a obra de Marx e Engels. Diferentes tipos de leitores podem ter dúvidas comuns, como: “Quantas páginas terá esse mangá?” ou “É possível fazer uma história em quadrinhos desse gênero sem que ela acabe se transformando num livro ilustrado?”.

Porém, o problema é bem solucionado pelos autores. O mangá conta a história de um pequeno comerciante que consegue abrir sua própria fábrica por meio do investimento de um capitalista. No decorrer da obra, o comerciante percebe que os trabalhadores estão vendendo sua única mercadoria, a força de trabalho, em troca de um salário. Mas o que eles ganham é apenas parte do que produzem e o restante se torna lucro do novo patrão.

Outro elemento que contribui para a boa qualidade da obra são as palavras-chave apresentadas após algumas cenas. Por exemplo: depois de uma cena em que o patrão calcula seu lucro sobre cada trabalhador, surge a palavra "mais valia". Este recurso serve mais para instigar o leitor a procurar os conceitos na obra original do que para explicá-los no mangá.

Contar a história da exploração do homem pelo próprio homem, apresentar alguns termos utilizados em O Capital e instigar a busca pela obra original são os pontos positivos desse mangá. Ele é uma leitura indispensável para quem gosta deste estilo e/ou está conhecendo o marxismo.

*Mangá: É o nome dado às histórias em quadrinhos de origem japonesa. A palavra surgiu da junção de outros dois vocábulos:man, que significa involuntário, e , imagem. Os mangás se diferenciam dos quadrinhos ocidentais não só pela sua origem, mas principalmente por se utilizarem de uma representação gráfica própria.

5 comentários:

  1. Olá, qual é a editora? Onde encontrar? Está disponível na Livraria Marxista?
    (vana)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Você consegue encontrar em qualquer biblioteca publica, é fácil de encontrar,é bem legal, eu ja li :)

      Excluir
  2. Só uma pequena correção: O Capital não foi traduzido para português em 2011. Antes disso houve, pelo menos, três edições na nossa Língua: uma nos anos 60 (trad. Reginaldo Sant'anna, ed. Civilização Brasileira), outra nos anos 70 (trad. J. Teixeira Martins e Vital Moreira, ed. Centelha, Coimbra, Portugal, 1974), e outra nos anos 80 (coord. de trad. de Paul Singer, coleção Os Economistas).

    ResponderExcluir
  3. João Pinheiro, quando falei sobre a tradução quis dizer do mangá mesmo.

    O mangá foi publicado aqui no Brasil pela editora JBC e pode ser adquirido pelo site da própria editora ou em sebos.

    ResponderExcluir

Comentários anônimos serão excluídos, identifique-se. Se preferir entre em contato pelo e-mail: juventudemarxista@gmail.com