quarta-feira, 8 de agosto de 2012

Manifestação reúne professores, técnicos e estudantes em frente às obras da Copa: "tem dinheiro para Copa mas não tem para a educação"

Fábio Ramirez
Militante da JM Cuiabá - MT



Professores, técnicos administrativos e alunos da Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT) e do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Mato Grosso (IFMT) fizeram uma manifestação na manhã desta quarta-feira (8) em frente às obras da Arena Pantanal para protestar contra o governo federal que se nega a atender as reivindicações dos servidores públicos.

Com palavras de ordem, os manifestantes diziam "tem dinheiro para Copa mas não tem para a educação". Cerca 500 pessoas participaram do protesto que chegou a interditar o trânsito da principal avenida do bairro Verdão, local onde está sendo contruído o estádio para a Copa do Mundo 2014.

A atividade faz parte do calendário de luta da greve dos professores e técnicos universitários. Alunos da UFMT também permanecem mobilizados em solidariedade à greve e com pautas específicas, como ampliação do restaurante universitário e da moradia estudantil e revogação do Plano de Reestruturação e Expansão das Universidades Federais (REUNI), que tem aumentado o número vagas sem investir em estrutura e profissionais na mesma proporção, prejudicando a qualidade de ensino nas universidades federais.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comentários anônimos serão excluídos, identifique-se. Se preferir entre em contato pelo e-mail: juventudemarxista@gmail.com