terça-feira, 17 de abril de 2012

Estudantes protestam contra reajuste na tarifa de ônibus em Bauru, SP

A pressão legítima da população deve continuar, para que o prefeito revogue o decreto que aumenta as tarifas de transportes. A Juventude Marxista participa da organização dos atos, manifestos, protestos, e ajudará em todos os sentidos a população, os trabalhadores e a juventude, que não aguenta mais pagar caro por um sistema de transporte de baixa qualidade, e que já não atende as necessidades da cidade.

Aumento de 8,3% passa a valer em maio deste ano.  
Trabalhadores também reclamam do reajuste.

Estudantes de Bauru, SP, protestaram neste sábado (14) de manhã contra o aumento da passagem do transporte coletivo. Faixas esticadas no Calçadão da Batista exibiam o descontentamento de quem não quer pagar mais caro pelo transporte coletivo.

O reajuste será maior para quem paga a passagem em dinheiro. Passará de R$2,40 para R$2,70. Aumento de 8,3%. No cartão o reajuste será R$0,15. A tarifa passará R$2,25 e R$2,40. Os estudantes também pagarão mais pelo transporte. Atualmente a tarifa custa R$1,79 e a partir de maio passará a ser de R$1,80. Não tiveram reajustes a integrada e a integrada escolar.

Marli Cristina Alves é diarista e pega ônibus para o trabalho todos os dias. Ela afirma que vai repassar o aumento da tarifa para as patroas. De acordo com a prefeitura, a nova tarifa, que passa a valer a partir do dia 2 de maio, tem objetivo de manter o equilíbrio econômico dos contratos entre a prefeitura e as empresas que fornecem os ônibus do município.

Fonte: G1

NOSSAS MÍDIAS SOCIAIS
Twitter: @Juv_Marxista
Facebook. Clique aqui
 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comentários anônimos serão excluídos, identifique-se. Se preferir entre em contato pelo e-mail: juventudemarxista@gmail.com