quarta-feira, 1 de fevereiro de 2012

Pinheirinho - Davi Perez



São 9 mil seres humanos jogados ao leu Pra defender a massa falida de quem devia estar no banco dos réus Violência desumana numa ação monstruosa Onde emana a podridão da elite maliciosa

Se morar é privilégio, ocupar é direito E nosso povo trabalhador, merece algum respeito Não houve sequer aviso com antecedência E esteve na ação da polícia a verdadeira delinqüência

E a rede globo noticia de maneira parcial Escondendo a barbárie e a brutalidade policial Vários magistrados e políticos comprometidos Com os interesses de meia dúzia de bandidos

E o silencio do governo federal é flagrante Por isso devemos saber com quem contar pra seguir adiante Só o povo pelo povo pode conquistar Um país onde se possa morar viver e trabalhar

No mundo todo trilhamos esse caminho Aquele que luta pela vida não está sozinho Seguiremos defendendo nosso pão e nosso ninho Toda solidariedade ao povo de Pinheirinho

Nenhum brasileiro com bom senso apóia Naji Narras Que quer a terra pra especulação pra manter a sua farra Alckmin, José Eduardo e sua Juíza Só com os interesses da sua quadrilha se sensibilizam

Poucos lhes importa idosos e crianças agredidas Sua mentalidade nem deixa a mente arrependida Até no alojamento cedido pela prefeitura A polícia entra pra agredir em clima de ditadura

6 horas da manhã, todos pegos de surpresa Torturas e assassinatos com toda frieza Casas destruídas e os pertences ainda lá dentro E há quem diga que não foi violento

Para além da denuncia devemos nos manter unidos Pra que os nossos próprios esforços possam ser conduzidos No rumo da elevação da consciência e da organização Pois esse país só muda com revolução!

No mundo todo trilhamos esse caminho Aquele que luta pela vida não está sozinho Seguiremos defendendo nosso pão e nosso ninho Toda solidariedade ao povo de Pinheirinho


NOSSAS MÍDIAS SOCIAIS
Twitter: @Juv_Marxista
Facebook. Clique aqui
 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comentários anônimos serão excluídos, identifique-se. Se preferir entre em contato pelo e-mail: juventudemarxista@gmail.com