quinta-feira, 16 de fevereiro de 2012

Pancadaria no lançamento do livro HONORÁVEIS BANDIDOS no MA


O vídeo acima é antigo, mas vale à pena conferir, mostra a pancadaria provocada por homens de Sarney em duas ocasiões do lançamento do livro "Honoráveis Bandidos" no Maranhão em 2010. O livro conta toda a história secreta do surgimento, enriquecimento e tomada do poder regional pela família Sarney, no Maranhão, e o controle quase total, do Senado, pelo patriarca que virou presidente da República por acidente, transformou o Maranhão no quintal de sua casa e beneficiou amigos e parentes.

Em um dos lançamentos mostrados no vídeo aparece nosso querido companheiro Manoel da Conceição, um dos fundadores do PT e membro da primeira Executiva Nacional do partido. Manoel foi um dos bravos militantes petistas que realizaram em 2010 uma greve de fome para protestar contra a imposição do Diretório Nacional do partido que decidiu (por 43 votos contra 30) apoiar Roseana Sarney para Governadora do Estado. Lembrando que o Encontro Estadual do PT do Maranhão de 2010, antes da intervenção do DN, havia decidido apoiar Flávio Dino do PCdoB.

Nós da Juventude Marxista trabalhamos para ajudar a articular nacionalmente essa resistência contra a destruição do caráter operário e socialista do partido, estamos vendo avanços nesse sentido estado por estado. A política de alianças com os partidos capitalistas é diretamente responsável por subordinar cada vez mais o PT aos partidos burgueses. É só ver a participação nas eleições para governador. Em 2002, o PT teve 23 candidatos a governador. Em 2006, o PT foi reduzido para 17 candidatos a governador e finalmente em 2010 o PT tem só 11 candidatos a governador. E agora Lula e Zé Dirceu estão pessoalmente engajado na inclusão do PSD de Kassab entre os "queridos" da base aliada. Aonde vamos parar?

Para adquirir o livro HONORÁVEIS BANDIDOS, acesse: http://www.livrariamarxista.com.br/livros/estado_e_governos/honoraveis-bandidos

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comentários anônimos serão excluídos, identifique-se. Se preferir entre em contato pelo e-mail: juventudemarxista@gmail.com