quarta-feira, 26 de outubro de 2011

FALCATRUA no ENEM 2011: “13 questões idênticas” à apostila de uma escola do CE

Por Flávio Almeida Reis
Juventude Marxista - RJ
26/10/11


A única filosofia do MEC que esteve presente em todos os concursos do ENEM desde 2009 foi: nada substitui a incompetência e a corrupção. As maracutaias desta semana foram denunciadas pelo Ministério Público Federal do Ceará (MPF/CE) que está pedindo a anulação do exame.

A Folha Online desta quarta-feira (26/10/11) explica o ocorrido:
“Segundo o procurador Oscar Costa Filho, um simulado de uma escola da cidade [Fortaleza - CE] continha 13 questões idênticas às do exame realizado nesse fim de semana em todo o país. Ainda segundo ele, o simulado foi impresso antes da realização do Enem.”

Novamente temos a configuração do vazamento das provas. Até o momento o MEC determinou investigação pela Polícia Federal e cancelou o concurso dos 600 estudantes da escola Christos (CE). Mas o enorme problema dos estudantes permanece. Foram 5,4 milhões de candidatos que concorreram a somente 87 mil vagas no sistema. Por isso criticamos o slogan do ENEM como “ferramenta de democratização do acesso à universidade”. Democracia de fato seria a universalização do ensino superior como já ocorre na Venezuela. E queremos universidades de verdade e não faculdades sem estrutura adequada em shoppings, estações de metro ou edifícios garagens.


É como disse um companheiro da Direção da Juventude do PT de Duque de Caxias (RJ):
“Mesmo compreendendo que existe um projeto nacional de governo, acho que já passou da hora de uma intervenção federal em todas as esferas da educação (de creche à universidade) e ESTATIZAR TUDO logo de uma vez, universalizando todas as vagas p/ que todo mundo de fato possa ter direito ao acesso!!” (Rafael Fadeso, pelo Facebook em 26/10/11)

O ENEM para ser ruim como o antigo vestibular, tem que melhorar muito. Essa é a verdade! E democratização mesmo só com vagas para todos, concordamos com Rafael. O direito constitucional de acesso ao ensino público está longe de ser um debate acadêmico, trata-se de um debate político que a juventude brasileira precisa enfrentar se quiser ter direito a um futuro digno. Problematizaremos melhor esta discussão política numa matéria que a Juventude Marxista está preparando em breve no nosso Blog. Se você também está indignado com essa situação, entre para a Juventude Marxista e participe desta luta. Um a mais faz muita diferença.

Link para quem quiser acessar as imagens das questões da prova do ENEM e do simulado da escola de Fortaleza

Artigo citado da Folha Online

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comentários anônimos serão excluídos, identifique-se. Se preferir entre em contato pelo e-mail: juventudemarxista@gmail.com