sexta-feira, 12 de agosto de 2011

Viva a luta dos estudantes chilenos!



"¡Que vivan los estudiantes,
jardín de las alegrías!
Son aves que no se asustan
de animal ni policía,
y no le asustan las balas
ni el ladrar de la jauría."

(Me Gustan Los Estudiantes - Violeta Parra)

Em 2006, um movimento que ficou mundialmente conhecido como a “revolta dos pinguins”, chegou a reunir 1 milhão de estudantes nas ruas do Chile por melhorias na educação pública.

Esse ano a luta dos estudantes voltou à cena, uma série de protestos que se iniciaram há cerca de 2 meses têm sacudido o país. Escolas e universidades foram ocupadas e manifestações reúnem milhares nas ruas.

No Chile, em que a educação privada é cada vez maior, assim como no Brasil, mesmo os estudantes de universidades públicas são obrigados a pagar mensalidades, ideia que também andou rondando nosso país.

Os protestos são basicamente por maior investimento público na educação pública e pela educação pública, gratuita e de qualidade para todos com o fim do PSU (Prova de Seleção Universitária), o nosso vestibular.

As manifestações têm sido fortemente reprimidas, na que ocorreu no dia 4 de agosto, mais de 800 pessoas foram presas. Na do dia 10 de agosto, quase 400 presos!

A mobilização é permanente, várias escolas e universidades permanecem em greve, algumas ocupadas. Além de professores, toda a classe trabalhadora tem demonstrado grande apoio às mobilizações.

Para amanhã está convocada uma jornada de mobilização nacional e, na próxima quinta-feira, haverá uma paralisação nacional com marchas, que será a prévia da greve convocada pela Central Única dos Trabalhadores (CUT-Chile) para os dias 24 e 25 de agosto. É essa unidade, entre os estudantes e a classe trabalhadora, que pode garantir a vitória dessa bela luta!

Alex Minoru
Militante da Esquerda Marxista do PT, São Paulo - SP

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comentários anônimos serão excluídos, identifique-se. Se preferir entre em contato pelo e-mail: juventudemarxista@gmail.com