sexta-feira, 26 de agosto de 2011

DCE Ielusc termina discussão sobre forma de organização

A entidade estudantil escolheu proposta horizontal de estatuto, mas a JM se constrói no processo e se prepara para próximas disputas

A assembleia do Diretório Central de Estudantes Florestan Fernandes (DCE), da faculdade joinvilense Ielusc, decidiu na última quarta-ferira (24/08) pelo modelo 1 de estatuto. A proposta horizontal obteve a vitória por 18 votos de diferença sobre a proposta 2, com responsáveis definidos, a qual era defendida pelos militantes da Juventude Marxista. O resultado é fruto de três assembleias nos diferentes campus e horários, as quais ocorreram porque até então o DCE funcionava sem estatuto.

Com esse resultado a entidade adotará oficialmente um modelo horizontal de organização e representação. Durante dois meses, os membros da JM debateram com estudantes de todos os cursos o tema, apesar de não comporem a atual gestão da entidade. Expressos no jornal Faíska, suas opiniões chegaram aos acadêmicos, e abriram um novo dialogo com a categoria.

Independente do resultado, o mais importante para os jovens marxistas foi a ocorrência do debate e a elevação da compreensão dos estudantes. Esse fator é resultado direto da sua intervenção nas atividades estudantis, expondo seus pontos de vista e propondo as ações que melhor se aproximem das necessidades dos estudantes.

Com mais esse fato, somado à outras lutas, a Juventude Marxista conquista força política e respeito perante os estudantes, o que tem permitido seu crescimento.

Nos próximos dias o DCE registrará o novo estatuto. Os militantes da JM já iniciam outro debate com os estudantes sobre uma pauta de reivindicação a ser construída e encaminhada ao Diretor Geral da instituição. Para isso uma comissão para colher essas reivindicações foi organizada pelas entidades, na qual estão membros da Juventude Marxista, do DCE, do Dacs e independentes.

Johannes Halter
Estudante de jornalismo e militante da Juventude Marxista no Ielusc

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comentários anônimos serão excluídos, identifique-se. Se preferir entre em contato pelo e-mail: juventudemarxista@gmail.com