sexta-feira, 5 de março de 2004

Luta e protesto dos estudantes da FAPSS - São Paulo/SP

No último dia 2 de março foi realizado uma assembléia/ato na porta da Faculdade Paulista de Serviço Social (FAPSS) no bairro da Barra Funda em São Paulo. Desde o dia 16 de fevereiro o Diretor colocou “seguranças” na porta da Faculdade para impedir que os alunos que estivessem inadimplentes pudessem entrar na Faculdade. O Centro Acadêmico em assembléia enviou uma carta à direção exigindo abertura de negociação coletiva para que todos os inadimplentes possam se matricular independente de suas dívidas e que se retire os “seguranças” da porta da Faculdade. Horas antes do Ato o Diretor da FAPSS afirmou que não receberia ninguém.


Após muito protesto dos alunos do lado de fora no qual estiveram presentes o vice-presidente da UEE-SP, uma diretora da ENESSO (Executiva Nacional de Estudantes de Serviço Social) e militantes da Juventude Revolução da PUC/SP e da FAPSS, o Diretor aceitou receber a comissão de negociação formada pelos alunos da FAPSS e afirmou que os receberá na Quinta-Feira (04/03) às 18:30. Durante o Ato a polícia foi acionada para dispersar o Ato mas, com gritos de “polícia é pra ladrão, pra estudante não” o Ato prosseguiu normalmente.

Durante o Ato ficou estabelecido que durante a negociação com o Diretor os estudantes da FAPSS irão fazer um piquete para paralisar as aulas no dia. Está também circulando no interior da Faculdade um abaixo-assinado exigindo a matrícula de todos os alunos inadimplentes.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comentários anônimos serão excluídos, identifique-se. Se preferir entre em contato pelo e-mail: juventudemarxista@gmail.com